sábado, 21 de janeiro de 2017

Falando Sério !: Procura-se Um Amor...

Falando Sério !: Procura-se Um Amor Verdadeiro...: Procura-se um amor pra vida toda... Para alguém que desacredita que ele exista. Que já sofreu, chorou, com marcas profundas E possui f...

Procura-se Um Amor...

Resultado de imagem para procura-se um amor verdadeiro




















Procura-se um amor pra vida toda...
Para alguém que desacredita que ele exista.
Que já sofreu, chorou, com marcas profundas
E possui feridas que não cicatrizam!
Procura-se alguém que saiba amar,
Que possa expressar sem palavras
O que de bonito nesse sentimento há,
Alguém que possa explicar, sem rodeios,
Porque uns conseguem o que outros não tem.
Não precisa ser bonito ou feio,
Não precisa possuir nenhum bem
Além do bem que anseio
Um dia possuir também.
Se esse amor que tantos falam,
Já um dia foi sentido, desmedido, acometido
E por isso hoje busco tentando encontrá-lo,
É porque nele já não acredito,
Procuro alguém que me mostre,
Me aponte e faça acreditar por um instante
Em algo que perdi faz muito tempo...
Longe, tão longe que nem sei o quanto,
Busquei, tentei acreditar que me encontrará.
Sonho acordada, querendo entender
Porque existem aqueles que nunca buscaram
E outros que jamais almejaram
Ainda tem os que nunca sonharam,
Mas, encontraram o que não desejaram...
Procura-se alguém que me aponte,
Que diga: - Veja, olhe a diante...
Ali há amor, entre e se encante!...
Procura-se um amor pra vida toda,
Do tipo forte, real, constante...
Não aquele que passa, deixando em quem sente
A alma torturada, a respiração ofegante,
A sensação de vazio e o coração latejante..
Procuro alguém que me veja como sou,
Que não tenha critérios ou  medidas vazias,
Alguém sem padrões ou reservas,
Que se envolva o tempo inteiro,
E me faça acreditar em fantasias.
Que tenha a beleza que meus olhos imaginam...
Alguém de verdade, por inteiro,
Procura-se um amor verdadeiro,
Que queira me encontrar também,
Que seja fiel ao que sente,
E não apenas ao que tem!


domingo, 8 de janeiro de 2017

Falando Sério !: Não Sei.

Falando Sério !: Não Sei.: Foi sonho, fantasia, imaginação... O que foi aquilo que você me disse que sentia? E num momento, estávamos tão bem No outro já não con...

Não Sei.




Foi sonho, fantasia, imaginação...
O que foi aquilo que você me disse que sentia?
E num momento, estávamos tão bem
No outro já nem mais te via...
Tão próximos, na cama e na vida,
E agora, distantes, longe, sem saída...
Não sei o que deu errado,
Não sei o momento que acabou
Porque na cabeça, a cada dia estávamos começando...
Um dia novo, momentos marcantes...
E num instante tudo se esvai, desintegra,
Desaparece como acordar depois de um sonho,
As verdades que você me falou em hora errada,
Me corrói, destrói, amargura,
Não precisava ser tão radical,
Temperamental...
Seria nobre talvez, ter apenas me deixado
Sair calada, sem me dizer nada...
E, ao procura-la, talvez pudesse
Ter a impressão que voltaria.
Mas, não... você saiu, fez um estrago
Deixou minha alma vazia
(Desprotegida, triste e sozinha)
Depois de tanto que vivemos,
Sair assim, dizendo o que não precisava,
Falando o que não queria ouvir...
Estou sofrendo agora, mas, isso você nunca vai saber...
Conto os dias, segundos, momentos e horas
Na esperança de ver você voltar pra mim...
Não sei o que mudaria, se te aceitaria,
Não sei o que fazer com o que restou de mim...
Nem sei até quando vai doer assim.
Não sei se isso passa ou se é paixão duradoura
Não sei se é amor ou apenas dor...
Sei que aqui estou e não posso mais te ver,
Porque o brilho dos meus olhos,
A cor do meu sorriso,
E toda minha esperança,
Foram contigo
Você levou...
Só eu fiquei, esperando que um dia
Seu brilho me encontre,
Seus olhos me vejam
Sua boca me beije.
Não sei até quando
Posso esperar
Para dizer tudo que descobri
Enquanto fiquei aqui inerte, parado...
Dizer que te amo?
Que você não foi só um caso?
Sei lá, acho que ficaria calado...
Meu silêncio gritaria alto
O que nenhuma palavra conseguiria dizer...

Resultado de imagem para 0magem de estrada

sábado, 3 de dezembro de 2016

Falando Sério !: Apenas uma vez...

Falando Sério !: Apenas uma vez...: Apenas uma vez digo que te amo... Não faço disso tudo uma utopia, Apenas planos de ter você, Quem sabe um dia? Ironia é pensar em des...

Apenas uma vez...


Apenas uma vez digo que te amo...
Não faço disso tudo uma utopia,
Apenas planos de ter você,
Quem sabe um dia?
Ironia é pensar em desenganos,
E quando mais perto estávamos,
Nos afastamos,
Repelindo sonhos,
Fragmentando ideias,
Consumindo enganos!
Fomos um só por tantas vezes,
Teu corpo junto ao meu tanto queria,
Confundimos nossas respirações, os suores...
Me perdi em você, enquanto sentia
Que nada passaria de esboço,
Banal, vazio, fantasias...
Ouvi seu nome e a realidade trouxe
De volta a tona tudo que sentia,
Te fiz lembranças de explícitos momentos
Onde fui sua em minhas fantasias!
Será que foi meu em algum momento?
Será que foi apenas eu quem te fez verdade?
Será que existia ou não passou de um sonho?
Será que foi desejo ou realidade?
Vivo agora buscando, resgatando,
Tudo que foi seu e meu (tudo engano...)
Lembranças que o tempo não desfez...
Volto várias vezes ao passado
E lá me encontro sozinha,
Como uma louca em abstinência
Tentando reencontrar de alguma forma
Meu amor próprio, minha dignidade...
Ando sofrendo e me quebrando aos pouquinhos...
Ando perdida, sem encontrar meu caminho,
É difícil entender, aceitar,
Mas, é preciso recomeçar
Sem o velho medo de errar...
Mais uma vez confesso que te amo,
Mas, dessa vez você não vai saber,
Sigo vivendo e não mais procurando,
Em você um motivo pra viver!
Apenas essa vez relembro que te amo
Antes de me esquecer tudo de vez...
Tirar você de mim, abrir mão dessa vontade
Apenas uma vez pensar em mim
Sem esbarrar no desejo e na saudade
De ter de volta seus beijos
Ou você dentro de mim...